LESTE MINEIRO TRIÂNGULO MINEIRO ZONA DA MATA

Psicologia das cores no design de interiores

Postado em 7 de novembro de 2018


As cores exercem grande influência nos humanos, e mesmo que muitas vezes as pessoas não percebam, é grande o impacto psicológico delas sobre nós. As cores inundam o cérebro, e acabam por influenciar o humor e os sentimentos das pessoas, além de modificarem todo o ambiente dependendo da cor utilizada. Por isso, é importante analisar bem na hora de definir as cores da decoração da casa.
Neste artigo falaremos sobre a psicologia das cores nos ambientes, e como elas podem influenciar nas sensações e emoções e transformar visualmente os interiores.

O que é a psicologia das cores

A psicologia das cores é um estudo que demonstra como nosso cérebro identifica as cores e as transforma em emoções e sensações. Os olhos interpretam a luz que vem do sol como cor, mas cada uma das sete tonalidades do arco-íris é, na realidade, uma onda energética de tamanho diferente.
Foi Goethe quem criou a “Teoria da Cor”, e nela ele postulou que a identificação com cada tom é pessoal, mas que os efeitos das cores nos indivíduos são universais. Por exemplo, as cores quentes como o vermelho, amarelo e o laranja são dinâmicas e estimulantes, já as cores frias, como azul e verde, têm propriedade calmante, pois, são mais estáticas.

As propriedades das cores

Pode-se dividir as cores em quentes ou frias, de modo que as quentes são estimulantes e dinâmicas, e as frias são mais calmantes e suaves.
O amarelo, por exemplo, gera a sensação de calor, estimula e anima, ilumina o ambiente e está associado ao poder e otimismo. Ainda considerando cores quentes, temos o vermelho que também é muito estimulante e traz força de vontade e agilidade para a tomada de iniciativas, além de ajudar a inibir medo e preocupações.
No entanto, o azul é considerado uma cor fria, e causa a impressão de profundidade no ambiente, podendo transmitir serenidade e paz, essa cor tem efeito sedativo e curativo. Já o verde é uma cor de equilíbrio entre calor e frio. Simboliza o bem-estar, esperança, segurança e é uma cor repousante.

Utilizando as cores na decoração da casa

Na decoração de interiores, há cores mais apropriadas para determinados ambientes. Por exemplo, na sala de jantar ou cozinha, as cores apropriadas são as cores quentes, pois, estimulam a fome. Já as cores frias acabam por inibir a fome. O amarelo e o laranja também podem ser bem empregados em áreas de estudo ou trabalho, além de serem estimulantes.
No entanto, o quarto é o espaço de descanso e relaxamento, por isso, é prudente optar pelas cores frias, que acalmam e relaxam, são estáveis e equilibradas. As cores quentes nos quartos só devem ser empregadas em detalhes ou itens de decoração, pois, podem causar agitação e atrapalhar o sono.
Por isso, uma casa bem decorada e com aplicação equilibrada das cores pode trazer o equilíbrio das emoções e bons resultados, como o aumento do desempenho nas atividades, a elevação da autoestima e a ampliação dos espaços da casa.

Governador Valadares / MG

Santana Distribuidora

Rua Israel Pinheiro, 3315 – Centro

(33) 3275-5155

[email protected]

Santana Distribuidora de Cimentos

Avenida Industrial, 1088 – Distrito Industrial

(33) 3277-6004

[email protected]

Juiz de Fora / MG

Santana Distribuidora

Av. Antônio Simão Firjam, 980 – Distrito Industrial

(32) 3221-3135

[email protected]

Uberlândia / MG

Santana Distribuidora

Rua Ceará, 2827 – Custódio Pereira

(34) 3222-9555

[email protected]